A propósito de

par Fernando Amorim

O site http://www.audio-lingua propõe atualmente mais de 6000 ficheiros audio em treze línguas estrangeiras, entre as quais quatro línguas regionais, para treinar ou avaliar a compreensão oral. Trata-se de documentos autênticos, de gravações de locutores nativos que falam do seu país, da sua cultura e da sua vida. Não existe nenhum outro site de recursos deste tipo que propõe uma tal diversidade de línguas, uma interface traduzida em todas as línguas e uma grande variedade de ficheiros com tantas funcionalidades.

É de notar que a plataforma disponibiliza-lhe gratuitamente estes ficheiros, livres de direitos para uma utilização na aula ou em casa. Pode inseri-los nas suas sequências pedagógicas ou até nos blogues, ENT ou sites – graças ao código integrado (leitor exportável).

Audio Lingua está presente nas redes sociais Twitter e Facebook onde encontrará informações sobre as novas publicações do site.

Responsáveis dos conteúdos :
A equipa de webmestres e o comité de redacção :
 Katrin Goldmann (coordenadora : alemão, FLE),
 Emmanuelle Artault, Elisa Gy : inglês, FLE
 Karine Delaire : espanhol, FLE
 Catherine Ferreira : português, FLE
 Fiorenza Donella : italiano, FLE
 Lucile Baudin : russo, FLE
 Mathilde Labbé : chinês
 Thomas Guilhem (academia de Toulouse : occitano
 Nina Castellarnau (academia de Montepellier) : Catalão
 Marc Khelifi-Morandini (academia de Córsega) : córsego
 ... : árabe, FLE

Fizeram parte da equipa de webmestres e contribuíram à criação do site : Pauline Truong, Olivier Caponi (academia de Toulouse), Jordi Sales (academia de Montpellier), Jing Rimlinger, Youlia Nelioubina, Matilde Patriarca, Maud Beneteau, José Paradas, Anne Pellet, Delphine Bour, Marianne Ellafaf, Fernando Amorim, Laurence Altibelli et Betty Albagly (academia de Aix-Marseille).
Este site foi desenvolvido graças a SPIP por Johan Pustoch. A realização gráfica deve-se a Jessica Plagnol.

Como nasceu Audio Lingua

Em setembro 2007, época em que a experimentação MP3 aparece um pouco por toda a França, os docentes de língua procuram recursos audio adaptados a um público de principiantes. O CRDP deixa-se então convencer pela necessidade de criar um site com conteúdos audio e disponibiliza recursos humanos para desenvolver uma plataforma interna. Audio Lingua nasce em abril de 2008 com quatro idiomas : inglês, alemão, espanhol e francês. A pouco e pouco, outras línguas vieram juntar-se a este dispositivo, entre as quais várias línguas regionais. O objetivo era desde o início criar um site internacional, colaborativo não só para o professor mas também para o aluno. O intento de Audio Lingua é disponibilizar recursos “brutos”. Por esse motivo, não há nem guião nem didactização.

Twitter Facebook